Faça sua horta orgânica em casa e se alimente melhor

Créditos imagem: 
Divulgação / Saúde Brasil

ASCOM MINISTÉRIO DA SAÚDE

Comer verduras e legumes colhidos na hora não é privilégio de quem mora no interior ou em casas e dispõe de grandes espaços

O Ministério da Saúde preconiza a alimentação saudável para que as pessoas fiquem livres de doenças crônicas, como a obesidade e a hipertensão. E ter uma horta em casa, com temperos, ervas, frutas e até legumes é uma ajuda de grande valia na hora de preparar os alimentos. Pequenos espaços podem servir como base para montar uma horta: basta planejar.

É possível ter uma horta até no parapeito da janela, enfileirando vasinhos com ervas e temperos usando as técnicas de cultivo orgânico – que envolvem o uso responsável do solo, do ar, da água e de todos os recursos naturais, com impacto positivo direto na saúde, porque não se utilizam adubos químicos e agrotóxicos, hormônios, drogas veterinárias, antibióticos ou transgênicos no cultivo de hortaliças, ervas e frutas.

O Brasil, com tanta diversidade de climas e solo, ocupa somente o quinto lugar em agricultura orgânica, com apenas 940 mil hectares cultivados, segundo o Research Institute of Organic Agriculture (FIBL, na sigla original em alemão). Por outro lado, com a adoção mais intensa de hábitos de vida saudáveis, a demanda por alimentos orgânicos cresce a cada ano. De acordo com o Ministério da Agricultura, houve um aumento de 52% na quantidade de agricultores orgânicos no país de 2014 para 2015. 

Mas não é preciso ser um pequeno produtor para aproveitar os benefícios de uma alimentação orgânica no dia a dia. É preciso escolher as espécies certas, o local de plantio ou onde colocar os vasos, a iluminação e adubação adequadas, além da irrigação.  

Como montar uma horta

Para ter uma horta em casa é preciso planejar. Há uma série de fatores que influenciam, desde o local de instalação - se será uma horta em vasos ou um canteiro - até o plantio. Vale fazer uma lista de checagem para garantir sua produção orgânica em casa.  E mesmo que demore um pouco para ver os resultados – as plantas crescendo –, é necessário persitência. Por utilizar produtos que não agridem o solo ou o ambiente, os alimentos cultivados de forma orgânica podem demorar a se desenvolver. Mas isso irá garantir frutas, verduras e legumes muito mais saudáveis.

Dicas importantes 

• Escolher o meio onde a planta vai se desenvolver: solo, substratos preparados no local ou comprados; 
• Definir como vai plantar: sementes, mudas de estacas, rebentos, bulbos, tubérculos e estolões; 
• Usar sempre água de boa qualidade para não contaminar as hortaliças e o solo; 
• Sol: a planta precisa da luz solar para se desenvolver e produzir carboidratos (glicose, amido) através da fotossíntese; 
• Ar: a planta inteira respira (inclusive as raízes); 
• Nutrientes: se o solo for pobre em nutrientes, é preciso complementar com adubos; 
• Mão-de- obra: a horta é uma atividade que exige cuidados diários, então tenha paciência e disciplina; 
• Ferramentas: rastelo, pulverizador, carrinho de mão, regador ou mangueira de borracha, conjunto de ferramentas de jardim (com colheres de transplante e rastelinho), pás (curva, reta), forcado ou gadanho.

Leia mais dicas na Plataforma Saúde Brasil.
Assista o vídeo da TV Saúde: especialista ensina como montar uma horta em casa.
Fonte: Ascom Ministério da Saúde/ Portal Saúde Brasil / TV Saúde

Autor(es): 
ASCOM MINISTÉRIO DA SAÚDE