MDS vai comprar café orgânico de cooperativa do Espírito Santo

O Ministério do Desenvolvimento Social investirá R$ 79 mil na compra de duas toneladas do produto. A compra será feita por meio da modalidade Compra Institucional do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA)
Créditos imagem: 
Patrick Grosner/MDS

O Ministério do Desenvolvimento Social investirá R$ 79 mil na compra de duas toneladas do produto. A compra será feita por meio da modalidade Compra Institucional do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA)

 

Brasília – O Ministério do Desenvolvimento Social (MDS) investirá R$ 79 mil na compra de duas toneladas de café orgânico da agricultura familiar. A compra será feita por meio da modalidade Compra Institucional do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), coordenado pela pasta.

Além de fortalecer as compras públicas da agricultura familiar, a aquisição segue a legislação atual que determina a órgãos e entidades da administração pública federal direta e indireta a aquisição de pelo menos 30% dos produtos da agricultura familiar.

Quem vai fornecer o café orgânico é a Cooperativa de Empreendedores Rurais de Domingos Martins (Coopram), do Espírito Santo, que foi selecionada em edital de chamada pública do MDS.

Para a coordenadora-geral de Aquisição e Distribuição de Alimentos do ministério, Hetel Santos, a iniciativa mostra que é possível fazer a aquisição de produtos da agricultura familiar com certificação de qualidade. “Os cafés que são produzidos pela agricultura familiar no Brasil, na sua maioria, são de pólos de produção controlada. É importante saber que temos um café com garantia da origem, do processo de qualidade e ainda fomentar a cadeia de produção limpa”, ressalta.

Com 200 famílias de agricultores, a cooperativa produz hortigranjeiros, tilápias, mas o carro-chefe é o café produzido de forma artesanal. Segundo o presidente da Coopram, Darly José Schefer, é a primeira vez que a cooperativa participa da modalidade Compra Institucional do PAA.

Com dinheiro da venda, os cooperados vão adquirir máquinas para melhorar a produção. “Todo o café que produzimos é manual, o que garante a qualidade do produto, por ser em menor quantidade. Vamos adquirir o maquinário apenas para facilitar alguns processos e agregar valor ao produto”, salientou.

A cooperativa funciona desde 2007. Após aprimorar e regularizar suas estruturas de agroindústria,conquistou o Selo de Identificação da Participação da Agricultura Familiar (Sipaf). “Isso foi muito importante porque nos ajudou no desenvolvimento como grupo. Precisamos continuar participando de projetos que dão vida às cooperativas”, diz Schefer.

 

OPAA, além de promover o acesso à alimentação e incentivar a agricultura familiar, contribui para o alcance dos objetivos do Plano Nacional de Agroecologia e Produção Orgânica (Planapo).

Portal – Para aproximar agricultores e órgãos públicos, o MDS criou o portal Compras da Agricultura Familiar. No endereço www.comprasagriculturafamiliar.gov.br, é possível acessar todas as chamadas públicas abertas no país.

Além disso, o portal disponibiliza a lista de órgãos compradores e os agricultores e empreendimentos que comercializam produtos da agricultura familiar.Ao acessar o sistema, é possível consultar informações por estado e fazer recortes específicos, como, por exemplo, localizar iniciativas de produção de grupos indígenas, quilombolas e de mulheres.

 

Informações sobre os programas do MDS:
0800 707 2003 

 

Informações para a imprensa:
Ascom/MDS
(61) 2030-1505
www.mds.gov.br/area-de-imprensa